Ação em rede marca início das CARAVANAS EAD em 2021

11| Março | 2021 - Um encontro online, que reuniu nesta quarta-feira (10) a vice-governadora de Sergipe, Eliane Aquino, a presidente do Instituto Esporte & Educação, Ana Moser, o representante do UNICEF para o Semiárido, Bruno Viécili, e os prefeitos e secretários dos municípios sergipanos de São Cristõvão, Nossa Senhora do Socorro e de Itabaiana, marcou a abertura oficial dos cursos EAD da Caravana do Esporte e da Caravana das Artes para 2021. É o início de uma ação em rede para formação continuada em esporte e em arte educacionais no Estado de Sergipe.


A partir do próximo dia 15, cerca de 700 profissionais da Educação, do Esporte ,das Artes e da Assistência Social desses 3 municípios sergipanos e de professores da rede estadual de ensino terão acesso gratuito, de forma online, a 200 horas de estudos na plataforma EAD das Caravanas, em dois cursos de formação continuada: Pedagogia do Esporte Educacional e Viva com Arte.

É a primeira vez que os projetos atendem, simultaneamente, vários municípios de um mesmo Estado com as metodologias desenvolvidas pelos institutos Esporte & Educação e Mpumalanga e aplicadas nas etapas presenciais das Caravanas, suspensas temporariamente em razão da pandemia.


Com duração de 2 horas, transmitida ao vivo pelo facebook e youtube do Instituto Mpumalanga, a live emocionou todos os participantes.



A vice-governadora de Sergipe, Eliane Aquino, citou Paulo Freire no início de sua fala sobre as Caravanas EAD. “A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria”.

“Se eu pudesse definir a Caravana, que eu conheço desde 2007, disse Eliane Aquino, eu usaria três palavras: ousadia, paixão e esperança. E são essas três palavras que são tão fundamentais na construção da educação das nossas crianças e dos nossos adolescentes. E ao longo desses anos, desde o primeiro momento, quando a Caravana chegou aqui, eu falava: será que eles vão conseguir fazer todas as atividades no meio da rua, juntando as praças, juntando os professores, e foi uma das atividades mais lindas que eu já vivenciei em termos de educação. A gente vive escutando dentro do poder público que é preciso ter as condições, que é preciso ter tudo da melhor forma senão é impossível. E eles (as Caravanas) vieram para nos mostrar isso: que é possível encantar que é possível ensinar e que é possível acender uma chama não só na vida dos meninos mas na vida dos professores também. Não existe uma educação de qualidade sem um professor de qualidade, sem um professor sendo capacitado, sem um professor sendo impulsionado pra levar esperança e tantos ensinamentos necessários para a vida dos nossos meninos. Principalmente no momento como nós estamos vivendo hoje, onde a educação, onde a nossa democracia, onde nossos direitos civis estão sendo completamente atacados”, completou a vice-governadora.



Para Bruno Viécili, especialista em Comunicação do UNICEF para o Semiárido, as adaptações que a Caravana do Esporte e a Caravana das Artes realizaram em suas ações, neste momento de pandemia, transformando as capacitações em formato EAD, mostram a força do trabalho pedagógico dos projetos, desenvolvidos pelo Instituto Esporte & Educação e pelo Instituto Mpumalanga, em parceria com o próprio UNICEF, a DISNEY e a ESPN e com patrocínios de empresas privadas que acreditam na importância do esporte e da arte na educação. “O UNICEF é parceiro das Caravanas há muitos anos e acompanha o histórico de resultados com o esporte educacional, por alcançar meninas e meninas que vivem em situação de vulnerabilidade social”, afirmou Bruno. Segundo ele, as formações de professores das Caravanas, agora também EAD, “ajudam no desafio de tornar a educação mais interessante e a escola mais atraente”.


“É importante trabalharmos com Sergipe, um Estado onde temos sempre muitos resultados”, afirmou Ana Moser ao falar sobre o engajamento de vários setores das administrações dos municipais e Estados como caminho para a execução de políticas públicas. A intersetorialidade na mobilização de educadores e gestores para participação nas CARAVANAS EAD foi destacada pelas secretárias de Educação Mércia Felix, de Itabaiana, Quitéria Barros, de São Cristóvão, Josevanda Franco, de Nossa Senhora do Socorro, e pela Superintendente de Esportes do Sergipe, Mariana Dantas.


Os 3 municípios recebem as formações EAD das Caravanas no primeiro semestre deste ano e outras 5 cidades sergipanas já estão inscritas para as formações dos seus educadores no segundo semestre de 2021. Uma ação em rede da Caravana do Esporte e da Caravana das Artes que a medalhista olímpica do vôlei Ana Moser classificou como “oportunidade de fortalecer a relevância do movimento dentro da escola, dentro dessa nova realidade” , destacando a necessidade de buscar saúde neste novo normal.



Os prefeitos Marcos Santana, de São Cristóvão, Adailton Sousa, de Itabaiana, e Padre Inaldo, de Socorro, que foi representado pela secretária Josevanda, destacaram a importância das formações à distância das Caravanas poderem chegar neste momento aos professores das redes municipais, como forma de inspirar e trazer novas metodologias para que as escolas possam enfrentar o impacto da pandemia da COVID 19.


“Estar com a Caravana em Sergipe, apesar de à distância, é sempre uma grande emoção. Em 2007 a primeira comunidade visitada pelas Caravanas foi Canindé de São Francisco”, disse Adriana Saldanha, diretora geral das Caravanas, ao saudar os participantes da cerimônia online desta quarta-feira. “Sergipe é um Estado que , quando entra na pauta das Caravanas, as pessoas dizem: Sergipe eu estou, eu preciso ir! Isso se deve à riqueza do Estado, à capacidade única de seu povo , à condição cultural que este lugar tem e à gestão. E a prova é que todos vocês estão aqui, com uma adesão maciça de professores tanto para o Esporte quanto para as Artes. Isso é o que faz o Brasil andar . É a força das pessoas, é a união, é a verdade, é a solidariedade, é a crença por um mundo melhor e por respeito. O EAD é uma possibilidade inclusive para esse período de transição que a gente tem aí com protocolos que vão reger s nossas vidas por um tempo. A gente encontrar jogos, exercícios práticos com esporte e arte que vão ajudar que vão facilitar, seguindo os protocolos necessários, o acesso ao esporte e à arte a crianças, a meninos meninas adolescentes”. Adriana Saldanha agradeceu o movimento em rede para as formações online , salientando o apoio do UNICEF e dos patrocinadores dos projetos.


Paulo Ramicelli, assessor da diretoria do Instituto EDP, empresa patrocinadora dos projetos, desejou sucesso aos municípios que estão “agarrando essa oportunidade com o ensino à distância” das Caravanas. “Esta reunião de lançamento do EAD me enche de alegria porque , neste momento tão difícil, essa ação em favor da educação e da cultura é uma importante resposta a tudo que estamos enfrentando”.



O especialista João Batista Freire, da Caravana do Esporte, emocionou ao falar da contaminação pela COVID . Aos 72 anos, escritor, professor de Educação Física e um dos maiores especialistas em esporte educacional do país, João Batista contou que passou um ano em atividade física regular, melhorando a capacidade pulmonar e a resistência muscular e que, apesar da prevenção, acabou sendo contaminado. “Eu sou uma das provas, não só agora, mas principalmente agora, durante a pandemia, que a educação física que a gente prega é boa. Ela teria salvado muitas vidas se os brasileiros estivessem preparados para enfrentar o vírus. Por vários fatores os brasileiros não estão preparados. Um deles é a falta de boas condições físicas, boa saúde, que nós da educação física, nós da arte podemos proporcionar”. E completou: “A educação tem que ter como foco fundamental a vida. E a educação física e a arte são decisivos para isso. Exatamente duas das disciplinas menos consideradas pelo sistema educacional são fundamentais. Eu diria, por causa da pandemia: posso até adiar o português e a matemática, mas eu não posso adiar a arte e o esporte. Eles são inadiáveis . Eles são de tal forma vinculados ao gosto de viver, que eles não podem ser adiados.”




Os projetos Caravana do Esporte e Caravana das Artes são realizados pelo Instituto Esporte e Educação e pelo Instituto Mpumalanga, em parceria com a DISNEY, a ESPN e o UNICEF.

Tem patrocínios das empresas Itaú, Rede, Mastercard, EDP Renováveis, UNOPAR e Anhanguera, via Lei de Incentivo ao Esporte, para a Caravana do Esporte. E patrocínios EDP, REDE, OTIS, COGNA E GTM, por meio da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, para a Caravana das Artes.


Novos lançamentos das Caravanas EAD:

11/03/2021 - live 14h - com o município de Camaragipe-PE

12/03/2021 – live 10h - com os municípios de Ibotirama e Ibiassucê, na Bahia.


Transmissão ao vivo pelos canais digitais de youtube e facebook dos institutos:

www.facebook.com/institutompumalanga

www.facebook.com/esporteeducacao

www.facebook.com/caravanaesporteartes

https://www.youtube.com/institutompumalanga


56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
© 2020 Instituto Mpumalanga. Todos os direitos reservados.