FESTIVAL DIVINAS BRASILEIRAS | 2021

Atualizado: Mai 7

Série musical tem estreia online dia 16 de maio e celebra

Chiquinha Gonzaga, Dolores Duran e Elizeth Cardoso




O Instituto Mpumalanga abre, dia 16/05, em formato online, o FESTIVAL DIVINAS BRASILEIRAS, em homenagem a Chiquinha Gonzaga, Dolores Duran e Elizeth Cardoso, pelo olhar de intérpretes contemporâneas da música brasileira.


O projeto é fomentado pelo edital n°40/2020 do Proac Expresso Lab promovido pelo Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e do Governo Federal através da Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo.

Artistas que participarão do 1º dia do festival

Com releituras nas vozes de artistas convidados e direção musical do baixista e arranjador Marcos Paiva, as obras musicais das homenageadas são interpretadas por Fabiana Cozza, Zélia Duncan, Nilze Carvalho, Leila Pinheiro, Ná Ozzetti, Luciana Oliveira, Renata Jambeiro e o grupo paulistano Choronas. DIVINAS BRASILEIRAS mostrará a carreira, as músicas que marcaram época e a vida das três instrumentistas, cantoras e compositoras que estiveram à frente de seu tempo e marcaram a história da canção brasileira.


Em formato de documentário musical, com 3 episódios, o Festival terá transmissões dias 16, 23 e 30 demaio, sempre às 17h, pelo www.youtube.com/institutompumalanga . A série traz entrevistas de cantoras, músicos e especialistas comandadas pela jornalista Patrícia Palumbo, com direção geral da jornalista Adriana Saldanha.


Completam esse encontro de gerações depoimentos e recordações musicais de artistas como as cantoras Izzy Gordon e Denise Duran, sobrinha e irmã de Dolores, as pianistas Maíra Freitas e Luiza Mitre, o pianista Hércules Gomes, o músico pernambucano Zé Manoel, a cantora Nina Becker, a atriz Izabella Bicalho, que interpretou Elizeth no teatro, a historiadora Carô Murgel, que analisou a presença da mulher na música a partir do século XIX, além de Rodrigo Faour, autor de biografia de Dolores Duran, do músico e historiador Cacá Machado e do jornalista e pesquisador Lucas Nobile.

Artistas que participarão do 2º dia do festival

Ao destacar a participação de diferentes profissionais das artes no FESTIVAL DIVINAS BRASILEIRAS, Adriana Saldanha, diretora do Instituto MPUMALANGA e gestora da Casa Brasileira, de São Sebastião, afirma que “é missão do Instituto contribuir para que as novas gerações conheçam Chiquinha Gonzaga, Dolores Duran e Elizeth Cardoso, os preconceitos que enfrentaram e as lições que deixaram como grandes intérpretes, compositoras, instrumentistas e mulheres protagonistas brasileiras".




O desafio de envolver as diferentes intérpretes em uma sonoridade elegante e moderna ficou nas mãos de Bruno Tessele (bateria e percussão), Daniel Grajew (piano e sanfona), Douglas Alonso (bateria e percussão), Phellyppe Sabo (sopro), além do próprio Marcos no baixo elétrico e acústico.


DIVINAS BRASILEIRAS: um panorama da vida, da obra e da época em que viveram as cantoras e compositoras Chiquinha Gonzaga, Dolores Duran e Elizeth Cardoso, mulheres que tiveram importante papel na história da música e cuja origem afro-brasileira foi diversas vezes apagada em suas biografias, relatos e encenações. Encontro virtual de gerações que destaca a importância da produção musical de mulheres à frente de seu tempo. União de nomes históricos da música brasileira aos de artistas contemporâneos que, reverenciando o passado, mantêm vivas a memória e o legado artístico das DIVINAS BRASILEIRAS.


Todos os artistas gravaram em suas casas para o Festival, em razão do distanciamento social.


O FESTIVAL é fomentado pelo edital n°40/2020 do Proac Expresso Lab promovido pelo Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e do Governo Federal através da Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo.


DIVINAS BRASILEIRAS tem curadoria das cantoras e compositoras Luciana Oliveira e Renata Jambeiro, entrevistas e roteiros dos documentários de Patrícia Palumbo, produção geral de Graziella Cabral, coordenação de Marta Nogueira, produção executiva de Vivian Schaeffer e direção geral de Adriana Saldanha.

Artistas que participarão do 3º dia do festival

Programação online do 1º Festival Divinas Brasileiras:

Dia 13/05/2021 – 5ª.feira- live de lançamento | 19h | Transmissão Instagram do Instituto Mpumalanga.

Dia 16/05/2021- domingo | 17h | Divinas Brasileiras – Chiquinha Gonzaga

Documentário musical com participações de: Nilze Carvalho, Choronas, Hércules Gomes, Maíra Freitas, Luísa Mitre, Cacá Machado e Carô Murgel.

Dia 23/05/2021 - domingo | 17h | Divinas Brasileiras – Dolores Duran

Documentário musical com participações de: Fabiana Cozza, Renata Jambeiro, Leila Pinheiro, Izzy Gordon, Denise Duran, Nina Becker e Rodrigo Faour.

§ Dia 30/05/2021 - domingo | 17h | Divinas Brasileiras - Elizeth Cardoso

Documentário musical com participações de: Ná Ozzetti, Luciana Oliveira, Zélia Duncan, Izabella Bicalho, Zé Manoel e Lucas Nobile

Transmissões: canal do http://www.youtube.com/institutompumalanga

Mais informações: https://www.mpumalanga.com.br/divinasbrasileiras

128 visualizações0 comentário